Bruno Schmitz é Campeão Gaúcho de Motocross

Já não é surpresa o incrível talento e dedicação do três-passense  Bruno Fensterseifer Schmitz, de 17 anos,  quando o assunto é Motocrros. Seu empenho e amor pelo esporte resultaram em mais uma conquista. No final de semana ele garantiu  mais um título de campeão gaúcho de motocross, na categoria MX2. A última prova da competição foi disputada na cidade de Montauri, no norte do Estado.

O três-passense somou 95 pontos, em quatro etapas, vencendo três delas e chegando na terceira colocação neste último domingo, o suficiente para a conquista de mais um título muito expressivo em sua carreira.

Bruno Schmitz e sua equipe comemoraram muito a conquista, já que a temporada teve muitas dificuldades, especialmente após um acidente de trabalho que acabou lesionando o pai do jovem piloto, André Schmitz, um de seus principais apoiadores e incentivadores. Porém, mesmo com os momentos de tensão, foi na base da superação que Bruno conseguiu trazer mais esse grande título para sua cidade.

ENTREVISTA: 

Por qual categoria está competindo? No brasileiro corro na MX2 e no Gaúcho mesmo andando com uma 250cc corro na MX2, na PRÓ e na ELITE.

Foram quantas corridas? Esse ano não teve muitas etapas pois foi um ano com copa do mundo e eleições. Fechamos o campeonato gaúcho com 4 etapas.

Está participando de mais algum campeonato? Participei do campeonato Gaúcho. E mesmo fechando com meu patrocinadores de 2018 para competir o Brasileiro, não consegui cumprir com eles de participar do campeonato inteiro, acabei perdendo a etapa do Goiás e de Minas Gerais devido a problemas pessoais.

Quais são os próximos passos que pretende dar em sua carreira? Ainda não sei, recebi proposta de praticamente todas as equipes fortes do brasileiro, mas ainda não defini nada pra 2019.

Qual o sentimento de ser novamente o campeão gaúcho? É muito bom, toda vez que eu venço é como se fosse a primeira. Eu dou meu melhor sempre, e quando eu consigo alcançar meus objetivos comemoro muito. Eu entro na pista pra vencer sempre, acho que é isso que me motiva em buscar meu limite toda vez em que estou encima de uma moto!

(Foto: Divulgação Bruno)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *