Cerimônia premiou participantes dos Jogos Escolares da Juventude, das Paralimpíadas e do Brasileiro de Futebol 5

Alunos-atletas ganhadores de medalhas nos Jogos Escolares da Juventude foram recebidos no Palácio Piratini, na tarde desta segunda-feira (11/12) pelo governador José Ivo Sartori e pelos secretários de Educação, Ronald Krummenauer, de Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, e da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo Alves da Silva. Todos receberam certificado pela participação na mais importante competição esportiva envolvendo estudantes de todo o Brasil. Também foram homenageados na solenidade os medalhistas das Paralimpíadas Escolares e os jogadores da Associação Gaúcha de Futebol para Cegos, vencedores do Campeonato Brasileiro de Futebol 5, no Rio de Janeiro.
“As medalhas que vocês conquistaram honram a todos nós. Agradeço o empenho de vocês para elevar o nome do nosso Estado em todas as competições”, declarou o governador Sartori. O secretário Krummenauer lembrou que boa parte dos homenageados só chegou à competição nacional depois de passar pelos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul, os Jergs, que este ano envolveram 138 mil alunos de 2.163 escolas públicas. “Agradeço também ao trabalho feito pelos técnicos e professores, pois sem vocês, certamente essas conquistas não seriam possíveis”, destacou.
O secretário Victor Hugo afirmou que o esporte é capaz de transformar as pessoas e formar melhores cidadãos: “Todos que participaram dos Jogos da Juventude e das demais competições nacionais estão de parabéns”.
Jogos
Os Jogos Escolares da Juventude são disputados nas categorias infantil (12 a 14 anos) e juvenil (15 a 17 anos). A competição dos nascidos entre 2003 e 2005 ocorreu no mês de setembro, em Curitiba. Nos esportes individuais, a delegação com 91 atletas conquistou 31 medalhas nas oito modalidades em disputa. Nos esportes coletivos (basquete, futsal, handebol e vôlei, todos nos naipes feminino e masculino), foram mais 95 atletas e três medalhas. Para o bajeense João Vitor Caldas Almeida, ouro no salto em altura, a competição valeu ainda uma passagem para os Jogos Sul-Americanos em Cochabamba, na Bolívia, que terminaram no final de semana.
– Honestamente, eu não esperava ir. Fiquei muito feliz”, resumiu o aluno atleta, estudante da Escola Estadual de Ensino Fundamental Félix Contreiras, em Bagé, que na competição continental obteve a medalha de bronze para o Brasil.
Em novembro, em Brasília, ocorreu a competição dos alunos-atletas de até 17 anos de idade. Os gaúchos obtiveram então mais 15 medalhas em esportes individuais e quatro nos coletivos. A delegação do Estado contou com 178 atletas.

PARALIMPÍADAS

Ainda em outubro, a Associação Gaúcha de Futsal para Cegos (Agafuc-RS) sagrou-se bicampeã brasileira de Futebol de 5, título conquistado em Salvador, Bahia. “É importante para nós esse reconhecimento, pois a gente se esforça muito. Que esse título sirva para motivar mais pessoas a praticar esporte, seja qual for a dificuldade que a pessoa tem de enfrentar”, disse na cerimônia no Palácio Piratini o atleta Ricardinho, considerado um dos melhores do mundo na modalidade.
Em novembro, outra delegação gaúcha, em São Paulo, participou das Paralimpíadas Escolares. Nas 10 modalidades, cada uma delas dividida em níveis de dificuldade de acordo com a possibilidade dos atletas, o Rio Grande do Sul obteve 31 medalhas.
Ao todo, foram 87 homenageados hoje com o certificado de participação em sua competições nacionais.
Fonte Assessoria de Imprensa / Secretaria Estadual de Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *