Chuvas e rajadas de vento ocasionam estragos na região

As fortes chuvas acompanhadas de rajadas de vento ocasionaram estragos pelo Rio Grande do Sul neste domingo, 1º. Na Região Celeiro foram registrados prejuízos pequenos e que ainda estão sendo calculados pelas prefeituras municipais.

A Defesa Civil alerta motoristas para que dirijam com atenção, uma vez que muitas árvores caíram sobre a pista de diversas rodovias, assim como nas ruas das cidades atingidas pelas tempestades.

No município de Três Passos, capital da região, algumas casas apenas tiveram suas telhas um pouco danificadas pelo vento. O maior dano ocorreu no centro, na Avenida Júlio de Castilhos, onde um edifício teve algumas telhas arrancadas prejudicando a rede de fornecimento de energia elétrica e deixando parte da cidade sem luz por algumas horas. A falta de eletricidade acabou prejudicando também o fornecimento de água, já que atingiu a usina de captação e recalque da Corsan.

Crissiumal

A tempestade deixou estragos na cidade e interior. Algumas residências, no bairro Criciúma, acabaram sendo atingidas com destelhamento. Diversos postes de energia acabaram sendo danificados, assim como quedas de árvores em vários pontos, o que causou riscos para o trânsito em trechos da ERS 305 e da ERS 207.

Esperança do Sul

Postes de energia elétrica desabaram às margens da VRS 822, no trajeto entre Três Passos e Esperança do Sul. Cabos de energia acabaram ficando sobre a pista, ocasionando a queda de um motociclista, que perdeu o controle da moto, mas não se feriu com a queda. A moto apresentou alguns danos. Também galhos de árvores ficaram sobre a pista, em diversos pontos, oferecendo riscos ao trânsito.

Ijuí

Fortíssimas rajadas de vento destelharam mais de 100 casas e empresas em toda a cidade e derrubaram diversas árvores. Após o vento, veio a forte chuva. Em cerca de 30 minutos, a temperatura despencou de 28ºC para 14ºC.

Além disso, houve queda de muros, galhos e rompimentos de fios, que deixaram cerca de 75% da cidade e interior sem energia elétrica. Diversas equipes do Demei e Ceriluz trabalham para fazer o restabelecimento da luz, o que deve ocorrer em sua totalidade, conforme previsão inicial, ao longo da madrugada.

A Defesa Civil do Município e Assistência Social estão trabalhando juntamente com os Bombeiros na distribuição de lonas.

Não há relatos de pessoas feridas. Os prejuízos e as perdas serão calculadas nos próximos dias.

Uma morte

Um homem de 65 anos, identificado como Albino de Jesus, morreu ao ter seu carro atingido por uma árvore, que caiu com a tempestade. O acidente aconteceu na RS 155, em Ijuí, no Noroeste do Rio Grande do Sul. Ele trafegava no sentido Santo Augusto – Ijuí, quando um eucalipto das proximidades da rodovia caiu sobre o veículo. Albino morreu na hora.

Feiras prejudicadas

A estrutura da Feira Nacional do Trigo (Fenatrigo), em Cruz Alta, no Noroeste do Estado, desabou após tempestade com ventos fortes deste domingo (1). Ninguém ficou ferido, segundo o Corpo de Bombeiros da cidade.

Além disso, até a tarde, a corporação já havia atendido cerca de 40 casas destalhadas no município, onde também foram registradas queda de árvores e de fiação elétrica. Danos também foram registrados no teto do shopping da cidade. O temporal durou cerca de meia hora, entre 15h30 e 16h.

Estragos também foram registrados na Expo São Luiz, em São Luiz Gonzaga, onde o Corpo de Bombeiros isolou a área afetada. A lona de cobertura se rompeu, as estruturas de metal ficaram retorcidas e o palco de shows sofreu danos. Ninguém se feriu. Dez casas foram destelhadas e uma árvore caiu sobre um carro.

Mais de 50 casas destelhadas no Norte

O temporal também atingiu a Região Norte. Em Carazinho, o Corpo de Bombeiros estima que mais de 50 casas tenham sido destelhadas. Há registros de postes caídos e árvores sobre a pista na R$ 142, que liga a cidade à Não-Me-Toque, onde também houve estragos. Além disso, Vitor Graeff e Saldanha Marinho também sofreram com os temporais, ainda sem proporção estimada.

(Informações Rádio Alto Uruguai/G1/Jornal Atualidades)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *