Colégio Ipiranga comemora seus 87 anos de qualidade na educação

O Colégio Ipiranga, através de sua história e trajetória educacional de 87 anos, mostra que o sonho dos idealizadores proporcionou suporte necessário para que o educandário permanecesse alicerçado em bases sólidas, em princípios humanos e visionários de um futuro cada vez mais competitivo e qualitativo.

Este sonho de busca por diferenciais, presentes em todas as atividades desenvolvidas, fez com que, durante estas oito décadas, mais de 17 mil estudantes frequentassem as salas de aula desta tradicional instituição de ensino, que neste dia 18 de junho comemora mais um aniversário.

Esta caminhada solidária começou em 1929, quando Três Passos não passava de um Distrito, com reduzido número de habitantes. No entanto, já naquela época se pensava no futuro, no desenvolvimento, e, vencendo desafios, um grupo de cidadãos entendeu que era o momento de fundar uma sociedade com estrutura para “instruir os filhos dos imigrantes, prestando-lhes formação básica e religiosa”. Desta forma, surgiu a Sociedade Escolar Sete de Setembro.

No decorrer do tempo, e por sua qualidade na área educacional, a Sociedade Sete de Setembro acabou assumindo a condição de “escola de todos os credos”, ocasionando a primeira experiência ecumênica da Região. Nos três primeiros anos de funcionamento, o seu regente foi o professor Albino Roessler.

Em 1932 formalizou-se a Comunidade Evangélica Alemã, que incorporou a Sociedade Escolar Sete de Setembro, passando a denominar-se apenas Escola Evangélica. Os anos de existência do Colégio Ipiranga começam a ser contabilizados a partir de 1932, quando o professor Willy Bencke assumiu a regência. Quatro anos mais tarde, esta tarefa coube ao professor Arnaldo Francisco Bender.

Na medida em que o Brasil foi se envolvendo na II Guerra Mundial, as dificuldades tornaram-se mais abrangentes. Em 1941, com poucos alunos, sem professores e enfrentando severa fiscalização oficial por ser uma “escola de alemães”, a comunidade não encontrou alternativa senão a de suspender, temporariamente, suas atividades. No entanto, conservou seu registro nos organismos de Educação Oficial.

Em 23 de dezembro de 1944 aconteceu a emancipação de Três Passos e, terminada a II Guerra Mundial, veio o Pastor Friederich Zander. Ele e sua esposa Liselotte começaram a realizar um intenso e produtivo trabalho e a comunidade criou novo ânimo. Já no ano seguinte, em 1946, o educandário reiniciava suas atividades com 90 alunos e com a denominação de “Escola Evangélica Ipiranga”, passando a atuar também em favor do desenvolvimento de uma comunidade que acabara de conquistar a sua própria emancipação político-administrativa.

Em 1.954 veio a Três Passos o jovem professor Egon Lautert e o pastor Arno Wrasse, quem assumiu a direção até 1956. Dois anos depois, em 1958, começou a funcionar Ginásio Ipiranga sob a direção do Dr. Egon Júlio Goelzer. Devido à afluência de alunos do interior e de outros municípios, foram criados os internatos masculino (1959) e feminino (1960). Este sistema perdurou até o ano de 1972.

Em 1967 iniciou o Curso Colegial Científico, oportunizando uma formação mais abrangente à juventude regional. Em 1970, o professor Dorival Adair Fleck assumiu a direção, permanecendo no cargo até 1977. Foi nesse período que se criou a FETRELI. Em 1978 o professor Wilson Ademar Griesang assumiu o cargo de diretor escola, sendo substituído pelo professor Osmar Fuchs em 1º de janeiro de 1987. Em 2004, a professora assumiu o cargo de diretora e, desde 2013, o professor Nelson Weber está à frente da direção do educandário, cuja proposta pedagógica e processo ensino-aprendizagem continuam norteados pela qualidade educacional, confirmando excelentes resultados nas provas do ENEM e nos mais variados vestibulares do país.

Para comemorar a data do 87º aniversário, várias atividades internas serão desenvolvidas, cuja culminância acontecerá no dia 5 de julho quando acontecerá a Integração Junina.

(Assessoria de Imprensa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *