Conab incluiu o leite nos bônus de desconto para agricultores com financiamento

 comercialização para cada produto, o preço médio de mercado, além do preço de garantia.

Os maiores percentuais por produto serão pagos aos produtores do feijão caupi e a amêndoa de babaçu de Tocantins (69,59% e 50%), a banana de Pernambuco (55,20%), o cacau do Amazonas (31,14%) e a mandioca do Espírito Santo (29,29%). Com exceção do babaçu, esses produtos também foram os de maior contemplação no mês passado.

Os demais integrantes da lista são açaí, alho, arroz, borracha natural, cana-de-açúcar, castanha de caju, manga, maracujá, mel, sorgo, tomate e trigo, com variações percentuais que vão de 1,4 a 22,5%.

Sempre que o valor de mercado dos produtos contemplados no PGPAF estiver abaixo do preço de garantia, há um benefício cujo principal parâmetro são os custos de produção elaborados pela própria Companhia. O Pronaf utiliza este recurso que tem como objetivo financiar a implantação, ampliação ou modernização das estruturas de produção, beneficiamento e indústrias no meio rural e em áreas comunitárias rurais.

Confira aqui a portaria com todos os produtos e valores do bônus.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *