“Dia D” da Vacinação contra a Gripe, em Crissiumal, registrou baixa procura por imunização

Aconteceu neste sábado, dia 12 de maio, em todo o país, o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Influenza. A expectativa do Ministério da Saúde, que realiza a Campanha, era de que na data fosse intensificada a vacinação em pessoas que fazem parte do grupo de risco, as quais são as mais vulneráveis aos efeitos da gripe.

Em Crissiumal, o número de pessoas que buscaram o Posto de Saúde para imunizar-se, neste sábado, foi muito baixo. De acordo com a Secretária de Saúde, Suelen Cocco, mesmo com o dia todo dedicado, exclusivamente, a vacinação da gripe, as pessoas não compareceram como era o esperado.

Durante todo o “Dia D”, que teve início às 8 horas e estendeu-se até às 17 horas, sem fechar ao meio dia, o Posto de Saúde Central imunizou, em torno de, 170 pessoas; sendo que, este número, nem sequer aproximou-se da expectativa da Secretaria.

Com o balanço da Secretaria, a cobertura, em percentual, de pessoas vacinadas em Crissiumal, desde o início da Campanha, iniciada em 23 de abril, é de 33,33% das crianças (de 6 meses a 5 anos); 52,38% profissionais de saúde; 48,62% gestantes; 72,22% puérperas (mães com até 45 dias após o parto) e 53,69% idosos.

Suelen alerta, ainda, que com a queda nas temperaturas e o início dos meses de frio, poderão surgir mais casos de infecções respiratórias; e o fato de as pessoas, ainda, não estarem imunizadas, preocupa a equipe da Secretaria da Saúde.

Assim sendo, a Secretária faz um chamamento para as pessoas que fazem parte do grupo prioritário (de risco), e que, ainda, não realizaram a vacina contra a gripe (Influenza), para que procurem sua unidade de referência em saúde (ESF), o quanto antes para imunizar-se.

A imunização continuará sendo feita, em dias úteis, em todas Unidades de Saúde. A Campanha da Vacinação contra a Gripe, se estende até o dia 1º de Junho. Dentre as pessoas que fazem parte do grupo prioritário, são: crianças de 6 meses a 5 anos; pessoas com mais de 60 anos; gestantes; mães com até 45 dias após o parto; profissionais da saúde; professores da rede pública e particular; população indígena; portadores de doenças crônicas, como diabetes, asma e artrite reumatoide; pacientes com baixa imunidade; além de funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, como adolescentes internados em instituições socioeducativas.

 

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Crissiumal

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *