Edegar Pretto diz que parlamento foi afrontado com a detenção do deputado Jeferson Fernandes

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto (PT), afirmou que o parlamento gaúcho foi “violentamente afrontado” com a detenção do deputado Jeferson Fernandes (PT) durante a ação de reintegração de posse do prédio da ocupação Lanceiros Negros, na noite desta quarta-feira (14), em Porto Alegre. Além de Jeferson, pelo menos outras oito pessoas foram presas, incluindo mulheres. Entre 100 e 150 pessoas estavam no edifício, localizado na esquina das ruas General Câmara e Andrade Neves, ocupado em novembro de 2015 após anos de abandono pelo governo do Estado, seu proprietário.

“Na nossa opinião, a Assembleia Legislativa está sendo violentamente afrontada neste momento, uma vez que um membro do Parlamento, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos, foi preso mesmo se identificando como parlamentar e como alguém que estava ali realizando o pleno exercício da função. Foi preso, algemado, colocaram ele deitado no chão, mesmo sabendo que era um parlamentar. Agrediram com cassetetes e atiraram spray de pimenta no rosto. Foi ferido fisicamente, machucado, mesmo os agentes do Estado que estavam ali sabendo que se tratava de um parlamentar”, disse Pretto.

O presidente da Assembleia também questionou a realização da operação de reintegração de posse durante a noite e disse que a Assembleia irá interrogar o governo do Estado sobre a ação. “Queremos saber quem se responsabiliza por esta ação desmedido contra as famílias e um deputado”. Pretto ainda disse que tentou entrar em contato com o governador José Ivo Sartori (PMDB), mas não obteve retorno. Ele conversou apenas com o líder do governo, Gabriel Souza (PMDB), e com o secretário de Segurança, Cezar Schirmer (PMDB), sobre a ação, mas disse que não tratou da questão política. “É um assunto para ser tratado de chefe de poder para chefe de poder”, afirmou.

(Divulgação)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *