Enquete JA

A situação do Hospital de Caridade de Três Passos (HCTP), diante do pedido de demissão coletivo dos médicos que compõem o corpo clínico da casa de saúde tem deixado a comunidade três-passense bastante apreensiva.

Entre os motivos da tensão está a possibilidade de que alguns dos serviços prestados pelo Hospital não sejam mais oferecidos, como o da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), por exemplo.

Mesmo se prolongando por mais de 30 dias, a discussão entre HCTP e médicos ainda não está bem claro à boa parte da população de Três Passos e o Jornal Atualidades foi às ruas para saber o quanto as informações têm chegado aos cidadãos locais e o que pensam sobre a atuação de autoridades políticas no trato ao assunto.

Perguntamos:

1) O que você sabe sobre a situação do HCTP?

2) Na sua opinião, as autoridades políticas, das mais diferentes esferas políticas, têm dado a atenção necessária para o caso?

 

Gelson Tavares da Silva, 25 anos, Advogado, Bairro SulserraEnquete_Gelson

1) O que estou sabendo é que o Hospital está passando por uma crise financeira em torno da falta de repasse dos governos estadual e federal e fiquei sabendo também que os médicos estão pedindo demissão, o que acho justo por eles não estarem recebendo pelo serviço que eles estão prestando, pois todo mundo precisa trabalhar para sobreviver.

2) Eu acho que as autoridades envolvidas, tanto estaduais, municipais e federais estão fazendo a parte delas, porque o País, como um todo, está passando por uma crise financeira, que é delicada e todo mundo sabe, então, no que cabe a eles fazer estão fazendo, porque o que falta pra nós aqui é recursos federais e estaduais para o hospital, então não é a administração municipal que não está fazendo o devido papel. Também que reiterar nessa oportunidade e falar da Unidade de Pronto Atendimento, a UPA, que também seria um desafogo ao Hospital de Caridade.


Enquete_Daniele

Daniele do Nascimento Emig, 22 anos, Dona de casa, Bairro Operário

1) Eu estou sabendo que muitos médicos estão em greve por falta de recursos e pagamentos que estão atrasados. Isso é bem difícil, porque na semana passada eu precisava consultar e já não tinha médico de plantão e isso é bem ruim, pois a gente precisa do Hospital, é o único hospital da cidade e estamos precisando muito dos médicos que estão em greve que retornem.

2) Eu acho que não estão dando a atenção necessário, porque se eles estivessem dando não iria estar assim como está.


Enquete_Paulo

Paulo Rogério Dörr, 44 anos, Linha Turvo, Agricultor

1) O que a gente sabe é que a situação é problemática, não há dinheiro, ao menos é o que dizem e o atendimento também está deixando a desejar, em função disso, porque os médicos pediram afastamento o que deixa a situação bem complicada.

2)  Não o necessário, principalmente da parte do Estado, que de onde vêm os maiores recursos e acho que não está tendo a devida atenção, é muito pouca (atenção) mesmo.


Enquete_Jonathan

Jonathan Teigert, 18 anos, Bairro Pindorama, estudante

1) Só sei que está em crise o negócio lá, não estão pagando os médicos. É isso que eu sei, que é o que o povo está falando

2) Acho que as autoridades estão tentando, estão fazendo alguma coisa arrecadar recursos pra ajudar, mas não tenho informação se deputados e políticos de outras esferas se estão fazendo algo.

Responda você também a nossa enquete. Encaminhe suas opiniões pelo e-mail jatualidades@gmail.com ou contato@jornalatualidades.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *