laerte
  • Por: Laerte Volino
  • Contato: laertevolino@gmail.com
  • Formação / Profissão: Professor de Educação Física

Esporte

Federação Gaúcha de Futebol, isso mesmo, inicio falando do nosso mandatário no futebol gaúcho. Pois através dela pode ter passado a desclassificação do Jalde Negro, não sei o que irá acontecer no domingo em Bagé, pode ser até que o Tac venha de lá com a classificação. Mas o canetaço dado para não se sujar com nenhum dos clubes, é vergonhoso, rasgaram o regulamento.

Vou explicar o porquê, o Tac perdeu em casa diante do Grêmio Bagé, mas a equipe jogou com um jogador irregular, sem contrato, isso é mais que irregular. Má fé nem falamos nisso, pois um reserva não seria má fé. Mas isso pouco importa, o que tem importância é que jogador estava inapto para jogar e jogou. Regulamento diz que em fase de grupos perde os pontos, em fase de mata-mata, time eliminado, eis o que o TJD, claro que a mando de alguém, não entendeu assim. O resultado foi dar os pontos para o Tac, que havia perdido aqui por 2 a 1, e agora tem a vitória por 1 a 0, com isso acham que contentaram os Jalde Negros. Já o Bagé não foi eliminado, e deram a chance de jogar na sua casa, e com isso contentaram os dois lados, isso é uma lei na FGF.

Daí lhe pergunto como fazer o segundo jogo lá, que segurança o Tac terá, sendo que no site do Bagé diz assim, “tentaram nos tirar no tapetão, agora é jogo domingo Bagé x Tac. Vai ser uma guerra”. Para o Tac voltar classificado terá que ter sangue nos olhos, terá que ter homens em campo, nunca desistir. Três Passo está com vocês atletas, vamos para cima deles e buscar nossa vaga na divisão de acesso. A federação apenas retardou isso na quarta, mas no domingo é Tac.

Pelos lados dos campos três-passense, chegou ao fim as semifinais do varzeano sub-20, e como se esperava, Santos B e Guarani chegam à final com as melhores campanhas. Mas tenho que dar os parabéns a Tupi e Santos A, que caíram de pé, pois fizeram frente às duas equipes, e não venceram seus confrontos por detalhes. O Tupi enfrentou o Santos B e deu cada susto nos atletas Santistas. Mas o time da Linha Turvo venceu por 4 a 3. Já o Santos A, quase parou o Guarani, que até então só havia goleado, sofreu muito para passar pelos meninos do Santos. Final 2 a 1. Neste domingo inicia a final da competição, seria em apenas um jogo, mas os dois presidentes entenderam que duas partidas seria a melhor opção. Então o início da final será na Linha Turvo campo do Santos, com inicio às 15 horas.

Pela Copinha do Interior, chegou afinal a fase de classificação, a cada jogo a disputa pela vaga transformou alegria em tristeza e tristeza em alegria, dependendo do resultado. Classificaram nos principais Associação Feijão Miúdo, Beira Rio da Romana, Esportivo, Grenal, Vibrantes, Realidade, Juventude de Árvore Seca e Unidos de Alto Molina. Nos aspirantes foram Grenal, Beira Rio da Romana, Esportivo, Harmonia, Sitio Canela, Realidade, Vibrantes e Unidos de Alto Molina. No feriado do Colono e Motorista acontecem cinco das oito partidas de mata-mata.4 pelos principais e uma nos aspirantes.
Em Árvore Seca o Esportivo recebe o Beira Rio da Romana e o Juventude enfrenta o Realidade; em Alto Molina o Unidos terá dois jogos, nos aspirantes enfrenta o Sitio Canela e no principal o Vibrantes; em São Franscisco, o Grenal terá pela frente a Associação Feijão Miúdo.

Na próxima quarta, dia 26 iniciam os jogos abertos de inverno de Três Passos, e a competição terá grandes times, vale a pena vir assistir os jogos de futsal e vôlei, nos naipes masculinos e femininos. E no sábado dia 29 as categorias de base fazem a estreia. Bom final de semana a todos.


2 comentários em “Esporte

  • 22 de julho de 2017 at 08:54
    Permalink

    Vai ser uma guerra sim!….
    ……….Mas, dentro do campo, jogando futebol. Esse teu comentário não leva a nada, apenas acirra os ânimos, pois você sonegou informações aos seus leitores. o Bagé foi julgado pelo artigo 14 do CBJD e foi punido. Além do mais, havia um artigo no regulamento da segunda divisão, dizendo que após um jogador ter seu contrato encerrado, o clube teria até quinze dias, para apresentar um novo contrato de renovação. A guerra será dentro do campo, a guerra é jogando com garra, pois aqui somos de paz e todos que aqui comparecerem serão bem tratados.

    Responder
  • 22 de julho de 2017 at 20:06
    Permalink

    Vergonha! No futebol como na política, a hermenêutica de conveniência viola a legislação, favorece o infrator e premia a desonestidade. Infelizmente, arautos da honestidade, quando beneficiados, recorrem ao argumento dos ignorantes que é o grito. Lamentável!!

    Ver legislação:

    Código Brasileiro de Justiça Desportiva
    http://www.esporte.gov.br/arquivos/cejd/arquivos/CBJD09032015.pdf

    Art. 214. Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente. (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009). PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). (NR).
    § 1º Para os fins deste artigo, não serão computados os pontos eventualmente obtidos pelo infrator. (NR).
    § 2º O resultado da partida, prova ou equivalente será mantido, mas à entidade infratora não serão computados eventuais critérios de desempate que lhe beneficiem, constantes do regulamento da competição, como, entre outros, o registro da vitória ou de pontos marcados. (NR).
    § 3º A entidade de prática desportiva que ainda não tiver obtido pontos suficientes ficará com pontos negativos.
    § 4º Não sendo possível aplicar-se a regra prevista neste artigo em face da forma de disputa da competição, o infrator será excluído da competição. (NR).

    Regulamento Geral das Competições – CBF/2017
    http://cdn.cbf.com.br/content/201612/20161210001044_0.pdf

    Art. 51 – Ao verificar que um clube incluiu na partida atleta sem condição legal, a DCO encaminhará notícia da infração ao STJD.

    Parágrafo único – Em competição eliminatória (mata-mata), para fins de aplicação de pena pelo STJD, não se considerará pontuação, devendo o clube responsável pela irregular atuação de atletas, ser excluído da competição.

    INJUSTIÇA!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *