Mitos e realidades sobre o suicídio

Mito: As pessoas que falam sobre o suicídio não vão realmente cometê-lo só querem chamar a atenção, não devemos dar importância.
Realidade: Não, é essencial estar atento ao que a pessoa diz – o fato de falar em suicídio é um sinal de alerta. É um pedido de ajuda, uma forma de comunicar o seu sofrimento, e não apenas uma chamada de atenção. É importante aceitar, compreender e valorizar o que a pessoa sente e sem dúvida procurar ajuda especializada (equipe de saúde, psiquiatra, psicólogo).

Mito: A pessoa que fala em suicídio quer mesmo morrer e está decidida a matar-se, independentemente do que façamos.
Realidade: Quando alguém fala em suicídio, é importante reconhecer a dor da pessoa, porque ela está pedindo ajuda e podemos ainda estar a tempo de ajuda-la de alguma forma.

Mito: Quando alguém sobrevive a uma tentativa de suicídio, está fora de perigo.
Realidade: Na verdade, a existência de tentativas prévias de suicídio é um fator de risco que aumenta a probabilidade da pessoa voltar a tentar suicidar-se.

Mito: O suicídio é hereditário.
Realidade: Não existem estudos com resultados claros, e de fato a existência de suicídios na família pode ser um fator de risco a considerar. No entanto, existem muitos outros fatores que interferem na tomada de decisão, não sendo a hereditariedade o fator mais determinante, no entanto vale considerar o histórico familiar: Familiares que tentaram se suicidar ou se suicidaram.

Mito: Em tempos de rede sociais, séries, filmes, em um mundo conectado na rede, podemos dizer que a tecnologia contribui para o aumento de casos de suicidio.
Realidade: Os tempos mudaram, as pessoas estão mais solitárias, isolam-se e procuram meios digitais, série, filmes para refugiarem-se em suas angústias. Quando existe um reconhecimento de alguns sintomas, uma ajuda especializada deve ser procurada. Tratando-se de crianças ou adolescentes nas redes sociais é de suma importância o acompanhamento dos responsáveis como meio de orientar e acolher seus filhos quanto ao que estão assistindo e consequentemente sentindo.

O Suicídio é uma Morte EVITÁVEL se estivermos ATENTOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *