Ônibus com placas da Argentina sai da pista e deixa mortos na BR-285

Três pessoas morreram no local; veículo levava 62 pessoas, conforme PRF. Acidente ocorreu por volta da 1h desta sexta (16) em São Luiz Gonzaga.

 

Três pessoas morreram em um acidente com um ônibus com placas da Argentina na BR-285 em São Luiz Gonzaga, na Região das Missões do Rio Grande do Sul, na madrugada desta sexta-feira (16). O ônibus levava uma excursão de jovens para o litoral catarinense. As vítimas são duas adolescentes e uma coordenadora do grupo.

Conforme a Polícia Civil, havia 67 ocupantes no coletivo, que tem capacidade para 62 passageiros. A delegada Elaine Maria Schons diz que cerca de 30 pessoas ficaram feridas no acidentes.

O ônibus da empresa Rio Uruguay saiu da pista e tombou por volta da 1h. O veículo levava uma excursão de jovens, que deixaram a cidade de Posadas, na Argentina, em direção a Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina.

O trânsito foi liberado por volta das 5h40. Os passageiros ainda estão sendo identificados pela empresa responsável pela excursão.

 

Motorista preso – O motorista do ônibus que tombou deixando três mortos e vários feridos na BR-285, em São Luiz Gonzaga, foi preso em flagrante por homicídio de trânsito culposo – quando não há intenção de matar. Por estar transportando passageiros, a pena para o ocorrido passa de 4 anos de reclusão,  excluindo a possibilidade de fiança. Conforme a delegada Elaine Maria Schons, a provável causa é que o condutor tenha dormido.

Foi identificado que havia superlotação, com cinco passageiros a mais do que os 62 permitidos, e que o motorista já estava cansado ao pegar o volante. O condutor do ônibus é argentino e será levado a um presídio.

“Em apurações de acidentes, buscamos incidência de imprudência ou negligência. Neste caso, encontramos negligência no motorista, que estava cansado. E a imprudência na superlotação, pois havia pessoas sem cinto de segurança, já que não havia lugares para todos”, comentou a delegada.

O trecho em que houve o acidente é uma reta em que outros acidentes já haviam sido registrados, de acordo com a polícia. Há desníveis na faixa de rodagem, causados pelo alto número de caminhões que trafegam na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *